Base ideológica

Política é modo de vida,  a forma como cada um de nós se relaciona com outros e o ambiente. Penso que todos nós queremos um modo de vida mais confortável, amistoso e seguro. Os conflitos ocorrem no caminho para este mesmo ideal e utópico fim.
Uns correm pelo viés ideológico de que violência se combate com mais violência e exposição, enquanto outras frentes pensam em caminhos menos violentos, onde a utopia máxima seria uma sociedade fraternal.
Nossa sociedade está passando por um processo resultante da negativa ao debate sobre ideologias e utopias. Pois as tecnologias e saberes que dispomos, ainda não são suficientes para fornecer respostas simples, claras e empíricas aos problemas sociais vivenciados. E toda lacuna social no processo de formação do cidadão é aproveitada pelos tiranos para impor sobre uma nação sua própria ideologia. O que não raramente também trás guerras, destruição e mortes. A utopia, deveria estar para o político, como são parábolas para cristãos. Como contos para pagãos. Jamais como reflexo direto da realidade. Sempre como reflexo dos nossos desejos e sonhos. Ou como, mais uma forma simplificada de explicar questões da vida complexas.

Neste contexto é fundamental a efetivação de um ensino público de qualidade. Visando a formação um povo sem medo de seus sentimentos, desejos e sonhos. Que entenda seu próprio protagonismo político.
Estudo mentalidades, utopias, histórias, religiões e atuou politicamente desde os 15 anos de idade. Minha única filiação política é com o Partido Socialismo e Liberdade – PSOL 50, se deu em 2016, aos 28 anos de idade.
Tenho muito orgulho de estar entre esses camaradas, neste momento. Mas já passei por diversos outros movimentos sociais e frentes de trabalho.
O PSOL 50 é um partido com reais valores democráticos e verdadeiramente progressista no Brasil, coerente desde sua fundação em 2005.
Os parlamentares sempre estão entre os mais conceituados em diversas frentes de pesquisas públicas e técnicas, assim como pelos profissionais das imprensas. Reflexo de nossa transparência e compromisso com um ideal de uma Brasil mais justo, digno e igualitário, dirigido pelos e para os trabalhadores.

A idade de ouro do gênero humano não passou, ela está no porvir, está na perfeição da ordem social

Saint-Simon. 1760-1825

JM 25-6-19